E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Programa Mais Alfabetização

07 de Agosto | 11:53

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Escolas Municipais de Nova Ubiratã são inseridas em programa do Governo Federal

Quatro instituições de ensino de Nova Ubiratã passaram a integrar, desde o mês de maio, o Programa Mais Alfabetização.

 

Desenvolvido pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC), com apoio da prefeituras municipais, o programa objetiva auxiliar as escolas da rede municipal na alfabetização de 325 estudantes matriculados no 1º e 2º ano do ensino fundamental.

 

Em Nova Ubiratã foram contempladas as escolas municipais; Tancredo Neves, Água Limpa, Professora Vera lúcia Schmidt, 13 de Maio e Pedro Alvares Cabral, respectivamente, situadas na sede e nos distritos Parque Água Limpa, Piratininga, Santo Antônio do Rio Bonito e Santa Terezinha do Rio Ferro.

 

Com foco no processo de alfabetização, o programa abrange 16 assistentes de alfabetização, nas disciplinas línguas portuguesa e matemática, por um período de cinco horas semanais.

 

O programa ainda disponibiliza cursos de capacitação (EAD) para diretores, coordenadores, professores e assistentes de alfabetização.

 

Caberá a esses profissionais a implantação e o acompanhamento do projeto criado por meio da Portaria nº 142, de 22 de fevereiro de 2018.

 

Na avaliação do MEC, para ser considerado alfabetizado em língua portuguesa, o estudante deve compreender o funcionamento do sistema alfabético de escrita; construir autonomia na leitura e se apropriar de estratégias de compreensão e produção de textos. No caso da matemática, o aluno deve aprender a raciocinar, representar, comunicar, argumentar, resolver matematicamente problemas em diferentes contextos, utilizando de conceitos, procedimentos e de fatos.

 

“O programa vem de encontro com nosso trabalho pedagógico que visa, entre outros, a melhoria na qualidade do ensino ofertado dentro e fora das salas de aulas”, assinala a coordenadora municipal do programa, em Nova Ubiratã, Inês Ballin.

 

Para o secretário municipal de Educação e Esportes, Leandro Alves Pereira dos Santos, é imprescindível destacar que cada estudante assimila o conhecimento de forma singular, ou seja, em ritmos e intervalos diferenciados.

 

“Isso requer atenção por parte do corpo docente. Precisamos respeitar o limite de cada estudante e caso haja necessidade dar atenção especial àqueles que apresentam maiores dificuldades”, observa.

 

Ainda de acordo com o gestor, o Programa Mais Alfabetização tende a valorizar o esforço dos professores alfabetizadores que são fundamentais no processo de ensino.

 

“O professor alfabetizador exerce papel de suma importância no aprendizado e na vidade de seus alunos. Nós como educadores temos a missão de retransmitir conhecimento, tornando o aprendizado prazeroso e proveitoso. Precisamos valorizar essa fase da vida dessas crianças e os profissionais que delas cuidam”, conclui Alves.