E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Fábrica de confecções

13 de Setembro | 13:25

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Projeto Japuíra recebe apoio de empresários locais e movimenta R$ 30 mil em apenas três meses

Desenvolvido por meio de uma parceria entre a Administração Municipal e o Instituto Mato-grossense de Algodão de Mato Grosso (IMAmt), O Projeto Japuíra continua rendendo bons frutos para um grupo de 11 empreendedoras do Distrito Parque Água Limpa, a 90 quilômetros de Nova Ubiratã.

 

De acordo com levantamento divulgado pela entidade, somente nos meses de junho a agosto (2018), a fábrica de confecções “Costurando Sonhos” comercializou aproximadamente R$ 30 mil.

 

Entre as peças mais vendidas figuram os uniformes de entidades e empresas locais que, por sua vez, tem incentivado a comercialização da produção.

 

Na lista de clientes atendidos estão o escritório Marques Contabilidade, a vidraçaria Imperial Vidros, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT/DNIT), a loja de suprimentos Ideal Informática, a Associação Comercial e Empresarial de Nova Ubiratã (Acenu) e a Prefeitura Municipal, por meio de suas variadas autarquias e secretarias.

 

“Nosso intuito foi unir o útil ao agradável. Antigamente adquiríamos nossos uniformes em cidades como Sorriso, Sinop e até Cuiabá. Comprando diretamente da fábrica nós estamos incentivando a geração de emprego e renda além estarmos fazendo gestão com os recursos públicos, uma vez que as peças compradas em Nova Ubiratã são bem mais baratas”, avalia o secretário municipal de indústria, Comércio, Turismo e Cultura, Wellyngton Tavares.

 

Objetivando aumentar a margem de lucro e consequentemente a produtividade da fábrica, a Administração Municipal, através da secretaria de Assistência Social, repassou ao grupo de empreendedoras uma máquina de bordados avaliada em cerca de R$ 8 mil reais.

 

De acordo com a gestora da pasta, Sileuza Dias Santos, o novo equipamento possibilitará que as costureiras criem peças exclusivas e com isso atraiam um número maior de clientes.

 

“Sabemos da dedicação de vocês e é exatamente por isso que não estamos medindo esforços para proporcionar o crescimento desse projeto piloto”, assinala.

 

Já o prefeito do município, Valdenir José dos Santos, reforçou a importância da parceria firmada com o IMAmt e do apoio recebido pelo Grupo Produzir um dos maiores empregadores do agronegócio da região.

 

“O Projeto Japuíra é mais um exemplo do sucesso desse modelo de gestão chamado parceria público-privada. Por mais que queiramos o poder público não consegue fazer tudo sozinho e é exatamente nesta hora que as parcerias com instituições como a IMAmt e a empresa Grupo Produzir são bem vindas. Juntos nós investimentos mais de R$ 200 mil neste projeto e por mais que algumas pessoas torcessem pelo fracasso nós alcançamos o sucesso. Isso tudo só foi possível graças a dedicação e o comprometimento de cada uma dessas 11 mulheres que apesar de todas as dificuldades e dos longos meses de treinamento não desanimaram e hoje estão aqui colhendo os frutos de seus trabalhos", enalteceu o gestor durante a solenidade de entrega da máquina de bordados.

 

A entrega da máquina de bordados também foi acompanhado por familiares das empreendedoras, empresários da comunidade e pelo secretário municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes, Cosmen Brito de Souza (Baiano).