E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Reconhecimento de Excelência

05 de Outubro | 12:13

Autor: Michel Ferreira Fonte: Redação / Assessoria Foto: Divulgação

Nova Ubiratã supera meta de vacinação; esforços são reconhecidos pelo Escritório Regional de Saúde

Com mais de 700 crianças vacinadas contra sarampo e poliomielite, o que representa 101,30% da meta prevista pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Nova Ubiratã foi uma das cidades contempladas com o Reconhecimento de Excelência 2018.

 

Concedida pelo Escritório Regional de Saúde de Sinop, a honraria é um reconhecimento a dedicação e ao esforço dos profissionais ligados a secretaria municipal de Saúde durante a Campanha Nacional de Vacinação, realizada entre os dias 6 a 31 de agosto.

 

“Enquanto muitos municípios brasileiros sequer alcançaram a meta nós fizemos o ‘dever de casa’ e a superamos. Isso se deve ao empenho e dedicação de todos os profissionais da pasta. Aos agentes de Saúde que fizeram uma complexa busca para identificar o público alvo [crianças de 1 á menores de 5 anos] dos motoristas transportaram algumas famílias e claro dos técnicos, enfermeiros e coordenadores que estiveram a frente desses atendimentos”, enalteceu o secretário municipal de Saúde, Silvio André Stolfo.

 

Para o gestor, a grande extensão territorial do município é um fator que demanda mais atenção por parte dos profissionais da área.

 

“Nosso município possuí aproximadamente 1,4 milhão de hectares. São seis distritos e centenas de propriedades rurais onde vivem mais de 8 mil pessoas, sendo que todas, sem exceção, foram atendidas por nossa equipe de vacinação itinerante”, avalia.

 

Sediado em Sinop, o Escritório Regional de Saúde é responsável pelo monitoramento de da região norte, sendo elas; Nova Ubiratã, Sorriso, Claudia, Feliz Natal, Vera, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Itaúba, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Nova Santa Helena, Nova Mutum, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, Sinop, Tapurah e União do Sul.

 

Saiba mais

Sarampo - Transmitido pela fala, tosse ou espirro, o sarampo é uma doença infecciosa aguda de natureza viral que atinge principalmente em crianças menores e desnutridas.

 

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus. Atualmente, entretanto, o país enfrenta surtos de sarampo em Roraima e no Amazonas, além de casos já identificados em São Paulo, no Rio Grande do Sul, em Rondônia e no Rio de Janeiro.

 

Pólio - Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas, e há semelhanças com infecções respiratórias – como febre e dor de garganta – e gastrointestinais – como náusea, vômito e prisão de ventre.

 

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus desenvolve a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.