E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO

16 de Outubro | 12:59

SECRETARIA: Saúde

Autor: Karen Misae de Borba Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Dia “D” de vacinação contra sarampo será neste sábado (19) em Nova Ubiratã

As três Unidades de Saúde da Família (USF’s) de Nova Ubiratã já iniciaram a vacinação contra sarampo em pacientes com idades de seis meses e menores de cinco anos e de adultos que tenha entre 20 e 29 anos.

 

A iniciativa faz parte de uma ação do Ministério da Saúde, em parcerias com as secretarias municipais de Saúde, que visa à vacinação de 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões de adultos em todo país.

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo segue até o dia 25 de outubro, sendo este sábado (19) a data escolhida para o Dia “D” da campanha.

 

“Os últimos boletins epidemiológicos confirmaram alguns casos da doença. Isso fez com que as instituições públicas unissem esforços para intensificar a vacinação”, explica o secretário municipal de Saúde, Silvio André Stolfo.

 

Ainda de acordo com o gestor, o atendimento nas comunidades rurais segue o cronograma divulgado no início do mês pela pasta.

 

“A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção da doença, sendo assim quero aproveitar a oportunidade e convidar a todos para aderirem à campanha”, pontua.

 

O dia “D” será realizado neste sábado (19), das 7h às 11h e das 13h às 17h, no PSF II, em anexo ao Centro Municipal de Saúde. Aplicada por via cutânea, a vacina contra sarampo também protege contra a caxumba e a rubéola.

 

“Nossas equipes estão atuando em escala de oito horas diárias a fim de garantir a celeridade nos atendimentos e por consequência a comodidade dos pacientes que procurarem as unidades de saúde”, finaliza Stolfo.

 

No ato da vacina é imprescindível que o paciente e/ou responsável esteja munido com a carteira de vacinação.

 

 

Saiba Mais

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar a doença é através da vacina. 

 

Sintomas

•        Febre acompanhada de tosse;

•        Irritação nos olhos

•        Nariz escorrendo ou entupido;

•        Mal-estar intenso;