E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL

21 de Novembro | 14:43

Autor: Karen Misae de Borba Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Waste Expo Brasil inspira gestor a desenvolver ações de sustentabilidade em Nova Ubiratã

Ter novas experiências e desenvolver um novo olhar na gestão pública. Essa é uma das propostas do Cidade Empreendedora e Sustentável, desenvolvido pelo Sebrae Mato Grosso e que vem trazendo várias oportunidades e um grande conhecimento a Nova Ubiratã.

 

Com o intuito de promover uma melhor qualidade de vida aos munícipes, por meio de ações voltadas a sustentabilidade, o secretario municipal de Meio Ambiente, Arnon Soares Vandes participou da exposição Waste Expo Brasil, o principal evento comercial do país sobre Gestão de Resíduos Sólidos, que aconteceu do dia 12 a 14 de novembro, em São Paulo.

 

O evento destacou os desafios para a implementação de uma gestão integrada e sustentável de resíduos sólidos com soluções economicamente viáveis para cidades de pequeno e médio porte.

 

O evento também promoveu discussões sobre as melhores maneiras de auxiliar os gestores a reverter o déficit do setor. Entre os palestrantes do evento estavam os ex-ministros de Meio Ambiente da França de Portugal, além de especialistas americanos e brasileiros.

 

“Durante as palestras fomos apresentados ao que existe de mais moderno em reciclagem de resíduos e produção de energia limpa. Foi uma experiência única e que nos ajudará a transformar Nova Ubiratã em uma cidade mais sustentável”, afirma Vandes.

 

A exposição também proporcionou visitas ao aterro sanitário de Caieiras e a Cooperativa de Reciclagem Coopernova, localizadas respectivamente em Caieiras e Cotia, ambas no interior do Estado de São Paulo.

 

“Podemos acompanhar o funcionamento das máquinas e conhecer um pouco sobre o sistema organizacional dessas empresas. Diante de tudo que vi e ouvi, não tenho dúvidas de que a reciclagem de resíduos pode ser uma ótima alternativa de geração de emprego e renda”, pontua o secretário.

 

Ainda de acordo com Vandes, dentre as máquinas expostas a que mais chamou a atenção foi o picador a tambor utilizado para triturar galhos de árvores e restos de materiais oriundos da construção civil.

 

“É uma máquina simples, extremamente eficiente e financeiramente falando viável. Com esses equipamentos vamos transformar resíduos prejudiciais ao meio ambiente em adubo. Dessa maneira estaríamos eliminando o lixo e paralelamente auxiliando a agricultura familiar”, avalia.