E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

PREVENÇÃO DE DOENÇAS

29 de Novembro | 13:41

Autor: Karen Misae de Borba Fonte: ASCOM Foto: Divulgação

Projeto desenvolvido em escola estadual recebe apoio da Secretaria Municipal de Saúde

Com o objetivo de orientar e prevenir o surgimento de doenças como hipertensão e diabetes, gestores da Escola Estadual 19 de Dezembro, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Ubiratã, realizou nesta terça-feira (26) o “Projeto Saúde na Escola”.

 

A iniciativa surgiu após estudantes do 3º ano apesentarem sintomas preocupantes, como pressão alta, durante um treinamento de redação. Preocupados professores e gestores da instituição de ensino decidiram buscar ajuda profissional.

 

“Eu e os demais professores não sabíamos os motivos. Como os alunos precisavam fazer pesquisas com dados reais para trabalhar a dissertação, resolvemos aproveitar o momento e fazer uma pesquisa com todos os alunos dos três turnos. Ao mesmo tempo, técnicos da Secretária de Saúde aferiram a pressão e mediram a glicemia não só dos alunos, mas também de todos os profissionais da instituição”, explica o professor Wagner Rossi.

 

Segundo a secretária adjunta de Saúde, Silvia Karoline Ferreira, cerca de 300 estudantes receberam orientações sobre a importância de uma alimentação balanceada e práticas de exercícios físicos. Em outra etapa do projeto, os jovens foram submetidos a testes rápidos de glicemia e avaliações clínicas.

 

“Na ocasião nossos profissionais ministraram palestras orientativas. Eles também buscaram através dos exames identificarem o motivo desses alunos terem apresentados esses sintomas apesar da pouca idade”, observa.

 

Ainda de acordo com a servidora, “os estudantes que apresentaram algum tipo de alteração foram encaminhados para tratamento adequado”.

 

Saiba mais sobre Hipertensão e Diabetes

Hipertensão e diabetes são duas doenças crônicas que mais preocupam os profissionais da saúde em todo mundo. Ambas são consideradas “assassinas silenciosas”.

 

Segundo dados do Ministério da Saúde, um em cada quatro brasileiros vivem sob este risco em virtude da pressão alta.

 

No caso do diabetes, são 14 milhões de pessoas que precisam conviver com as limitações impostas pela doença.

 

Os riscos a saúde aumentam ainda mais quando a pessoa apresenta duas enfermidades: é diabético e tem pressão alta. Como ambas as doenças se desenvolvem a partir de condições semelhantes, ligadas à falta de atividade física e a má alimentação, e cada vez é mais comum encontrar casos assim.