E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Combate ao crime

05 de Fevereiro | 14:09

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Comandante geral confirma envio de armamento e viatura para Polícia Militar de Nova Ubiratã

O comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Jonildo José Assis, se comprometeu em destinar uma segunda viatura para o município de Nova Ubiratã. O termo de compromisso foi assinado, nesta terça-feira (04), em Cuiabá, durante reunião com representantes da Administração Municipal e da Câmara de Vereadores.

 

No encontro, promovido pelo deputado estadual Dilmar Dal Bosco, foi abordado a necessidade do reaparelhamento da corporação a fim de garantir uma resposta rápida ao aumento da criminalidade na região, com atenção especial nas propriedades rurais onde são armazenadas grandes quantidades de defensivos agrícolas.

 

“A Polícia Militar desenvolve um trabalho de excelência em Nova Ubiratã. No entanto, o pouco efetivo e a ausência de armamento pesado acaba limitando a atuação de nossos militares”, observa o secretário municipal de Meio Ambiente e vice-presidente do Conselho Municipal de Segurança, Arnon Soares Vandes.

 

Para o vereador Jaime Hodold Junior, os investimentos em segurança pública são essenciais para garantir a comodidade de milhares de famílias que residem em comunidades rurais.

 

“O cidadão de bem se sente mais seguro quando vê uma viatura passando em frente a sua casa. Como morador do Distrito Entre Rios eu sei muito bem a importância do trabalho policial”, frisa.

 

O prefeito de Nova Ubiratã, Valdenir José dos Santos, também comemorou o resultado positivo do encontro. Na avaliação dele, o alinhamento do Poder Público com as forças de segurança é fundamental no processo de desenvolvimento do município.

 

“O desenvolvimento de Nova Ubiratã está bem acima das médias estadual e nacional. Para continuarmos nesse caminho é indispensável que o Estado nos ofereça o suporte necessário em vários setores, incluindo na área de segurança”, reforça.

 

Segundo o comandante do 1º Pelotão da Polícia Militar, tenente Ítalo Portes, em 2019 foram confeccionados 317 boletins de ocorrência em Nova Ubiratã. Desse total de atendimentos, 101 foram registrados em comunidades rurais o que representa 31,8% das ocorrências.

 

Entre as ocorrências mais frequentes estão à agressão física, tentativa de homicídio, posse ilegal de arma de fogo e as apreensões de drogas.

 

“No primeiro momento utilizaremos a nova viatura para suporte em ocorrências de grande vulto e apoio nas operações a serem deflagradas. Já num futuro bem próximo, com a regulamentação da jornada extraordinária de trabalho policial, pretendemos aumentar consideravelmente nosso contingente diário nas ruas”, assinala o oficial.