E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

PRESERVAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO

24 de Maio | 14:10

SECRETARIA: Meio Ambiente

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Palestra alerta estudantes sobre importância do descarte correto do óleo de cozinha

Presente na cozinha da maioria dos brasileiros o óleo de soja e similares tem se tornado um dos grandes vilões do meio ambiente.

 

Isso porque o aumento do consumo e o descarte incorreto do produto, muitas vezes feito diretamente no solo ou até mesmo em pias de cozinha, tem afetado leitos de rios e até os lençóis freáticos.

 

Pesquisas recentes comprovaram que o óleo de cozinha causa a impermeabilização do solo impossibilitando que as águas da chuva retornem aos depósitos subterrâneos.

 

Essas e outras informações foram repassadas, na manhã desta terça-feira (23), durante ciclos de palestras ministradas aos estudantes da Escola Municipal Tancredo Neves, em Nova Ubiratã.

 

A palestra faz parte de uma série de ações desenvolvidas em conjunto pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Departamento de Gestão Ambiental da BR-242, gerenciado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

 

“Desde 2014 a BR-242 desenvolve esse tipo de atividade que tem como principal objetivo alertar a sociedade e especialmente as crianças sobre a importância da preservação ambiental”, explica o biólogo Francenildo Ferreira.

 

“É nítido que as crianças e adolescentes absorvem melhor o tema voltado para as questões ambientais. Através deles nós levamos a mensagem para os demais membros da família”, ressalta o Secretário de Meio Ambiente de Nova Ubiratã, Ari Antônio Basso.

 

Durante a palestra os estudantes também recebem informações  sobre o andamento da campanha de coleta de óleo de cozinha usado. Lançado no início do mês a campanha sorteará prêmios aos moradores que depositarem óleo de cozinha em desuso no Eco ponto.

 

“A campanha foi uma forma que encontramos para mobilizarmos toda a sociedade. Funciona da seguinte maneira; a cada litro de óleo que for depositado no Eco ponto o morador ganha um cupom para concorrer a 01 bicicleta de 18 marchas, 02 fritadeiras elétricas Perfect Fryer e 01 pipoqueira elétrica da marca Britânia”, complementa Basso.

 

Para o estudante do 6º ano, João Pedro Sotel dos Santos, de 12 anos, as orientações foram bem vindas e segundo ele serão seguidas ao ‘pé da letra’.

 

“Eu aprendi coisas que até então não sabia. Tipo que se jogarmos óleo usado em pias de cozinhas e vasos sanitários esse produto vai parar nos rios e mares o que causa a redução de oxigênio e a morte de peixes e outros seres que vivem nesses locais”, reforça João demonstrou interesse em participar da campanha.

 

“Agora eu já sei o que vou fazer com os óleos usados lá em casa”, disse sorridente.

 

“Esse trabalho é de suma importância e tem tudo a ver com o papel da escola que é ensinar e conscientizar nossas crianças e adolescentes. Todos os envolvidos estão de parabéns”, assinala Leandro Alves, Diretor da Escola Municipal Tancredo Neves.

 

“A campanha de coleta de óleo de cozinha usado não é apenas um trabalho de conscientização ambiental, mas também de cunho social, haja vista que o material recolhido será utilizado na confecção de sabão liquido e em barra. Produto que posteriormente será repassado a pessoas necessitadas”, concluiu o Engenheiro Florestal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Riubi Lopes Morais.

 

 

Leia também: Secretaria de Meio Ambiente lança campanha de coleta de óleo de cozinha usado