E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

O FUTURO É AGORA

09 de Agosto | 14:13

Autor: Cláudia Lazarotto Fonte: Ascom Foto: Daniel Loth

Comissão participa de audiência com ministro para discutir conclusão das obras da BR-242

Lideranças políticas federais, estaduais e municipais estiveram reunidas ontem (08), em Brasília para discutir a retomada das obras da Rodovia Milton Santos, a BR 242. Entre os avanços anunciados ontem, estão o início das obras de três das oito pontes de concreto já licitadas ainda para este ano e um encontro com representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e com os diretores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), para analisar como será o traçado da rodovia em área indígena.

 

Para o presidente da Comissão Permanente Pró-BR-242, Odir José Nicolodi, o “Caçula”, esses são avanços fundamentais. “Na segunda conseguimos a liberação imediata para a construção de três pontes em Cuiabá e hoje (08), em Brasília, demos continuidade a nosso trabalho junto ao Ibama e Funai. Queríamos sair daqui com a promessa de prosseguimento da BR 242 e ouvimos do ministro que teremos o prosseguimento das obras ainda neste ano”, disse Nicolodi.

 

Considerado um importante corredor de logística para a escoação da produção regional, a BR 242 conta com mais de 600 km, interligando os municípios de Sorriso, Nova Ubiratã, Ipiranga do Norte, Paranatinga, Itanhangá, Canarana, Gaúcha do Norte, Querência e  Brasnorte, sendo que destes, 296 km ainda estão sem asfalto. Além da necessidade de construção de oito pontes de concreto, todas já licitadas, das quais três a construção foi liberada na última segunda-feira (07).

 

Durante o encontro em Brasília, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, destacou a assinatura das ordens de serviço para a construção de pontes tanto na BR 242, quanto na BR 158, outro ponto importante de logística.

 

Quintella reafirmou o compromisso de dar continuidade a 242 e pediu “apoio do Senado e da Câmara Federal para a destinação das verbas. Nossa intenção, no Ministério, é construir cada vez mais rodovias, portos, pontes e ferrovias. No caso da BR 242 também vamos fazer gestão junto ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para dar prosseguimento às obras”, complementou.

 

Para o prefeito sorrisense, Ari Lafin, a finalização da Rodovia Milton Santos irá “ligar o Brasil de leste ao oeste, cumprindo e assumindo a mesma importância na logística do país que hoje tem a BR 163”. Segundo Lafin, a união das lideranças mato-grossenses federais, estaduais e municipais é fundamental nesse momento. “Na reunião de ontem, tivemos a notícia de que os recursos estão alocados e que os entraves agora são nas áreas ambientais. A emissão das ordens de serviço serão dadas após a resolução dos entraves ambientais. Então, esse encontro em Brasília e a união das nossas lideranças é essencial nesse momento”, disse. “Queremos agradecer o deputado Victório Galli, o senador Wellington Fagundes, deputado federal Nilson Leitão que estão atuando conosco e o ministro Quintella que ouviu a nossa causa”, pontuou Lafin.

 

Já a prefeita em exercício de Nova Ubiratã, Eliani de Freitas Roman Ross, ressaltou a importância da obra para o desenvolvimento regional.

 

“A conclusão das obras da BR-242 não beneficiará apenas o setor agrícola. Ela também é fundamental para o desenvolvimento econômico de Nova Ubiratã e é por isso que a administração pública, juntamente com os demais membros da comissão permanente, está empenhada na conclusão deste projeto”, complementa.

 

Também presente no encontro, o deputado federal Victório Galli, declarou apoio à Comissão Pró BR-242. “Vamos continuar atuando pelo prosseguimento das obras”, comentou.

 

O encontro em Brasília, é um dos resultados da audiência Pró BR-242, realizada no último dia 28, em Nova Ubiratã.

 

Além de Lafin, Eliani, Galli, Fagundes e Nicolodi, também participaram da audiência em Brasília os vereadores sorrisenses Fábio Gavasso, Cláudio Oliveira, Maurício Gomes, o suplente de deputado federal Ederson Dal Molin e o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Ubiratã, Heder Sais Machado.