E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Ação Preventiva

05 de Dezembro | 09:58

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Mutirão de combate ao mosquito da dengue mobiliza servidores de quatro secretarias em Nova Ubiratã

A prefeitura de Nova Ubiratã lançou, nesta segunda-feira (04), mais uma etapa do mutirão de combate ao mosquito Aedes Aegypti – transmissor de doenças como a dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya.

 

Coordenada pela secretaria de Saúde, com apoio das secretarias de Obras, Agricultura e Meio Ambiente, a ação prevê a retirada de entulhos, limpeza e gradeamento de terrenos baldios, orientação aos moradores e aplicação de larvicidas em possíveis criadouros do mosquito.

 

Para dar mais celeridade, o mutirão conta com o emprego de quatro caminhões caçamba, duas máquinas pá-carregadeiras e dois tratores equipados com grades aradoras além de 25 profissionais, incluindo quatro agentes ambientais e 10 trabalhadores braçais.

 

“O mutirão vem para complementar as ações realizadas ao longo do ano. Porém o êxito desse trabalho depende da sociedade de forma em geral. Solicitamos que os moradores façam a limpeza e acondicionem o entulho na parte da frente de seus respectivos imóveis”, orienta o secretário municipal de Saúde, Silvio Stolfo.

 

“Nosso objetivo é concluir os serviços no perímetro urbano até o final da semana, para cumprirmos a meta dividimos os servidores em duas frentes de trabalho”, explica Cosmen Brito, secretário municipal de Obras.

 

Notificação

No início do mês, o Ministério Público de Mato Grosso (MPE) recomendou que a prefeitura do município promovesse a limpeza e a notificação de todos os proprietários, possuidores ou arrendatários de imóveis proibindo depósito de lixos orgânicos e entulhos em calçadas ou terrenos baldios.

 

“Neste momento estamos fazendo a retirada desses entulhos. Posteriormente vamos intensificar a fiscalização e em caso de descumprimento da recomendação iremos efetuar a notificação”, alerta o secretário municipal de Meio Ambiente, Ari Antônio Basso.