E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Reforma e Manutenção

03 de Abril | 17:08

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Administração Municipal realiza obras emergenciais em pontes afetadas pelo excesso de chuvas

A Prefeitura de Nova Ubiratã, por meio da secretaria municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes, deu início, nesta segunda-feira (02), às obras de manutenção e reforma em quatro pontes afetadas pelas chuvas.

 

Os reparos avaliados em R$ 80 mil, oriundo do Fundo Estadual de Transportes e Habitação (Fethab), irão contemplar o entorno de importantes fazendas e armazéns de grãos situados nos distritos de Santo Antônio do Rio Bonito, Piratininga e Parque Água Limpa.

 

A primeira frente de serviço foi concluída, hoje (03), com a substituição de todo o sistema de sustentação, incluindo os rodeiros danificados pelo excesso de uso, da ponte que corta o Rio Bonito.

 

Ainda nesta tarde, a equipe de trabalhadores inicia os reparos da ponte sobre o Córrego Cavalaria, no distrito Piratininga. Esta por sua vez, realizada através de parceria com moradores e membros da Associação de Pequenos Produtores Rurais (APPRUP).

 

Em seguida será a vez da ponte do córrego entre as fazendas Sucuri e Viana receberem as obras de manutenção. O trecho apresenta riscos e por isso teve o tráfego de veículos pesados temporariamente interrompido.

 

A quarta reforma está programada para o dia 12 (segunda-feira) no córrego da estrada vicinal que faz a ligação dos distritos Piratininga e Parque Água Limpa, nas proximidades da Fazenda Paraíso e do armazém ADM.

 

Conforme o secretário responsável pela pasta, Cosmen Brito de Souza, a Administração Municipal providenciou placas de sinalização a fim de orientar da melhor maneira possível os condutores.

 

“Nossa recomendação é que os usuários dessas vias fiquem atentos e respeitem as placas de advertência que serão colocadas nas proximidades dos canteiros de obras”, orienta.

 

Ainda de acordo com Brito, a Administração tem intensificado as frentes de serviços, porém o excesso de chuva tem prejudicado o andamento das obras.

 

"2018 foi o mais chuvoso dos últimos 20 anos e isso trás uma série de consequências como, por exemplo, o estado de conservação das pontes de madeiras e das estradas vicinais", conclui. 

 

Ação contínua

Somente em 2017, a Administração Municipal recuperou mais de 1 mil quilômetros de estradas vicinais e estaduais, como nos casos das MT’s 242, 130 e 338.

 

As frentes de trabalho também atuaram na construção de 4 novas pontes e na reforma de outras 8, todas localizadas em importantes trechos de escoamento de grãos.