E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Recurso de R$ 1,6 milhão

10 de Maio | 10:42

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Prefeito de Nova Ubiratã se reúne com governador para articular liberação de emendas e convênios

A liberação de R$ 1.608.085,00 (um milhão, seiscentos e oito mil e oitenta e cinco reais) provenientes de 08 emendas parlamentares e 03 convênios, foi pauta de uma reunião entre o prefeito de Nova Ubiratã e o governado do Estado, respectivamente, Valdenir José dos Santos e Pedro Taques.

 

Durante o encontro, realizado nesta quarta-feira (09), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, o gestor municipal apresentou uma série de relatórios comprovando a necessidades de investimentos em setores como; educação, saúde, segurança pública, agricultura familiar, meio ambiente e infraestrutura.

 

“A maior parte dos recursos arrecadados ficam com o Estado, portanto nada mais justo que ele faça sua parte para promover o desenvolvimento das cidades em plena expansão como é o caso de Nova Ubiratã”, avaliou Valdenir que classificou o encontro como positivo.

 

“O governador se mostrou bastante sensível com nossa demanda. Antes de encerrarmos a reunião ele me garantiu a liberação imediata de parte das emendas destinadas pelos deputados e dos convênios firmados entre a prefeitura e o Estado”, assinala.

 

De acordo com o gestor, na lista de prioridades está a compra de óleo diesel para manutenção de estradas vicinais, aquisição de veículos, incluindo um ônibus escolar e uma ambulância tipo A, obras de reforma e ampliação das escolas municipal e estadual do distrito Entre Rios, mobiliário para o Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) do distrito Parque Água Limpa, compra de um aparelho de ultrassom, construção de uma Base Operacional de Combate a Incêndios Florestais além de apoio para pavimentação asfáltica em ruas e avenidas do município.

 

O valor da contrapartida do município será de R$ 97.841,83 (Noventa e sete mil, oitocentos e quarenta e um reais e oitenta e três centavos).

 

"Nossa parte já está disponível, estamos apenas aguardando um novo posicionamento do governo", demonstrando otimismo concluiu o prefeito.