Imprensa Notícias
GERAL

Campeonato Municipal de Futsal conta com participação de até três gerações da mesma família em quadra

06/12/2021 ás 11:33:00
Em Nova Ubiratã, o esporte vem mostrando sua força, unindo famílias.
ASCOM

Está acontecendo a Copa Municipal de Futsal, nos naipes Masculino e Feminino, dentre as diversas equipes que participaram da copa, algumas contam com pessoas da mesma família participando na mesma equipe, e até pais e filhos jogando em equipes rivais.


No Futsal Feminino, pelo menos em duas equipes contam com mães e filhas jogando juntas, uma delas é a equipe da família Feijó, onde participam três gerações, Avó, Mãe e Filha fazem parte dessa equipe.


 A “Matriarca da Familia” Neide Lazarin Feijó, é quem monta e treina a equipe, e isso já acontece a 28 anos: “Eu me sinto muito feliz, e vem de vários anos, e vem incentivando as filhas, e agora as netas, umas param, outras continuam, outras começam, e assim ver, treinar e jogar junto, com minha filha, e neta é muito especial, sempre que tem campeonato nós participamos, e é muito bom, já fazem 28 anos que eu monto time aqui, para participar de campeonatos locais e regionais, e felizmente sempre vai continuando.”


Edna Lazarin Feijó Oliveira é filha da treinadora Neide, e comenta sobre a como é ter a mãe como treinadora, e a filha como colega de equipe: “Nossa é muito emocionante, a minha mãe foi sempre inspiradora, em alguns momentos, por conta das dificuldades do dia a dia, nós pensamos em nos afastar das quadras, as vezes agente desanima, mas ela está sempre ali nos incentivando a continuar, nas quintas feiras a gente treina, e ela está sempre junto, e sempre incentivando, esse time existe ainda, já a bastante tempo, por causa dela, e estar em quadra com a minha filha é muito bom, porém claro que o jogo fica mais tenso, a gente fica com medo de acontecer algo com ela, mas graças a Deus ela joga muito bem, e eu estou muito feliz de estar com ela do meu lado”.


Já Emanuelly Feijó Rizzo, é filha de Edna, e neta da treinadora Neide, ela comenta que jogar com elas, dá uma segurança maior, mas também as vezes o puxão de orelha também é maior; “Eu fico muito feliz, desde pequena eu queria treinar, e quando cheguei na idade que podia, minha avó sempre me incentivou, me colocou em quadra, e agora participando de uma competição mesmo, e jogando na cidade a pressão é grande, e estar do lado da mãe também, é uma mistura de sentimentos,  a mãe cuida e ao mesmo tempo cobra, mas é muito bom”.


“Esse é o poder do esporte, unindo as famílias, e ao mesmo tempo oferecendo lazer e qualidade de vida, a quem participa, e a quem prestigia, por isso a importância de estar sempre realizando competições, e incentivando a prática esportiva, cada vez mais”. ressalta o Prefeito Edegar José Bernardi.

Fotos
Compartilhe esta notícia!

Outras Notícias