E-mail Imprimir

Imprensa | Ultimas Notícias

VOLTAR

Diagnosticado com Covid-19

17 de Julho | 14:01

Autor: Michel Ferreira Fonte: Ascom Foto: Divulgação

Por recomendação médica, Bolsonaro adia vinda ao norte de Mato Grosso

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro confirmou, agora a pouco, o adiamento da viagem que faria em 1º de agosto a região norte de Mato Grosso.

 

Conforme nota enviada pelo secretário Especial de Regularização Fundiária, Nabhan Garcia, a agenda do presidente foi alterada por recomendação médica.

 

Diagnosticado no início da semana com Covid-19, o presidente segue em isolamento domiciliar no Palácio da Alvorada, em Brasília.

 

“Por questões de saúde pública nessa pandemia de coronavírus, que atinge índices preocupantes, também nas cidades de Mato Grosso a serem visitadas pelo presidente, as equipes ministeriais, por orientação do Ministério da Saúde e do Gabinete de Segurança Institucional, optaram por adiar a agenda do presidente, incluindo em Mato Grosso”, diz trecho da nota.

 

Além da viagem a Mato Grosso, o presidente cancelou outros dezenas de compromissos previstos para os meses de julho e agosto.

 

Na noite de ontem, durante uma live na internet, Bolsonaro afirmou que se sente bem, mas um novo exame confirmou a presença do vírus no organismo do presidente.

 

“Espero, se Deus quiser, ficar livre dessa doença nos próximos dias”, disse ele.

 

Na agenda presidencial em Mato Grosso, estavam previstas visitas nas cidades de Sinop, Sorriso e Nova Ubiratã onde Bolsonaro participaria da entrega de 250 títulos definitivos de terra, do lançamento nacional da colheita do algodão e do lançamento das obras de construção da primeira usina de etanol do município.

 

“Estamos confiantes com a recuperação do nosso presidente e esperançoso de que em breve ele possa nos visitar”, disse o prefeito de Nova Ubiratã, Valdenir José dos Santos.

 

Leia também: Por recomendação médica, Bolsonaro adia vinda ao norte de Mato Grosso